A Vida Venceu a Morte - Paróquia Santa Rita de Cássia - Viçosa/MG

A Vida Venceu a Morte









Edificante a união das paróquias e comunidades numa programação conjunta da SEMANA SANTA. Trata-se do testemunho de uma Igreja em saída missionária, direcionada às periferias existenciais, antecipando os sinais do Reino na História.


Programação Semana Santa - Clique aqui


A Páscoa do Senhor, celebrada em cada Eucaristia, e de modo mais solene, aos domingos, é o ponto mais alto na Semana Santa. Estamos atentos ao Ressuscitado que, nesta hora em que a violência nos assusta, por Ele somos impelidos a explicitar o sentido da vida “Navegando em águas mais profundas” (Lc 5,4).

O amor é o antivírus da violência. É com este espírito que vivenciamos a CF/2018 com o tema: “Fraternidade e Superação da Violência” e o lema de inspiração bíblica: “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8). Fraternidade e violência: estas duas palavras são o diapasão das reflexões que iluminam este tema tão urgente em nossos dias. A violência está presente em vários segmentos da sociedade. Seja na rua, dentro de casa, pela condição social, nos meios de comunicação e até na intolerância das palavras. Toda violência exclui, toda violência mata. Muito mais do que fazer um relato alarmante dos casos de violência, pois isto já nos incomoda sofregamente, o que se pretende é discutir caminhos para superar esta realidade, construindo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus.

Na caminhada quaresmal, a dimensão litúrgica promove celebrações penitenciais. Com isto, muitas pessoas se aproximam do sacramento da misericórdia. O exercício da Via- Sacra ilumina nossas atitudes ao ver como Jesus enfrentou e venceu os sofrimentos. Ao lado do Senhor, contemplamos, no SETENÁRIO DAS DORES DE MARIA, a mais perfeita cristã, corajosa e decidida, enfrentou a dor sem arrefecer, colocando-se como Mãe solidária.

A bênção e procissão de RAMOS, desde as vésperas e no domingo, marcam o início da Semana Santa. Na segunda-feira santa, dentro da SEMANA MAIOR, cada comunidade busca meios que levam à interiorização do mistério da salvação: via-sacra, celebração penitencial ou outros eventos do gênero. Já na terça-feira santa, realiza-se a cerimônia do ENCONTRO, com as imagens de Nossa Senhora das Dores e de Nosso Senhor dos Passos. Na quarta-feira santa, além das celebrações das MISSAS, valoriza-se a LITURGIA DAS HORAS ou mesmo o OFÍCIO DIVINO DAS COMUNIDADES.

O TRÍDUO SAGRADO DA PÁSCOA é o núcleo da Semana Santa. Tem seu início com a MISSA IN COENA DOMINI e a cerimônia do LAVA-PÉS, na quinta-feira santa. A Sexta-feira da Paixão do Senhor começa bem cedo, com a procissão da penitência. “SIC DEUS DILEXIT MUNDUM”: Assim Deus amou o mundo, oferecendo a vida de Seu Divino Filho para a nossa Salvação. Às 12 horas, o Sermão das SETE PALAVRAS, em seguida, a SOLENE AÇÃO LITÚRGICA e, à noite, o DESCENDIMENTO DA CRUZ têm como desfecho a Procissão do Enterro.

Santo Agostinho se refere à Semana Santa como “o tríduo do Crucificado, do Sepultado e do Ressuscitado”. Após o recolhimento do Sábado Santo, com o silêncio ao lado do sepulcro do Senhor, com a Liturgia das Horas ou o Ofício Divino das Comunidades, surge a SOLENE VIGÍLIA PASCAL: Bênção do Fogo Novo e do Círio Pascal, canto do “Exultet”, Liturgia da Palavra, Liturgia Batismal e Liturgia Eucarística. É a noite mais importante de todas, repercutindo a luz que brilhou no Natal. “Eu sou a Luz do mundo” – diz Jesus.

O Domingo da Ressurreição é o ponto alto dos eventos litúrgicos, destacando as Missas e a Procissão do Santíssimo Sacramento. Ao encerramento, o solene canto do Te Deum, a Bênção do Santíssimo Sacramento e a Coroação da Imagem de Nossa Senhora da Ressurreição.

Padre Paulo Dionê Quintão – Pároco


Paróquia Santa Rita de Cássia

Praça Silviano Brandão - s/n, Viçosa - MG, 36570-000

(31) 3891-5191