Paróquia Santa Rita de Cássia

Imagem Notícia

A Pastoral da Comunicação (ou simplesmente PASCOM) nasceu da necessidade da Igreja Católica de comunicar-se, seja pelos meios impressos, pelos veículos como televisão e Internet, ou através das redes sociais.
Os documentos que tratam do tema comunicação são recentes, mas isso não inibe o trabalho realizado por agentes – na maioria das vezes voluntários – que, com alegria, comunicam a boa nova em suas paróquias, dioceses e regionais.
Uma das funções da PASCOM é comunicar. Mas acredite, comunicar não é “só comunicar”. A comunicação que a PASCOM trabalha engloba a comunicação entre as pastorais e a comunicação das pastorais com a comunidade; de forma a INTEGRAR as pastorais, os movimentos, as pessoas, o pároco; procurando levar todos a anunciarem a mesma palavra de amor que Jesus nos anunciou.

A Igreja é servidora; por isso, a Pastoral da Comunicação coloca-se como parceira de todos os que querem fazer uma sociedade mais solidária, justa e fraterna. A comunicação não é apenas um meio para a solidariedade; é a primeira e mais básica manifestação de solidariedade.

A Instrução Pastoral AETATIS NOVAE, cita que “o trabalho dos meios de comunicação católicos não é só uma atividade complementar que se vem juntar às outras atividades da Igreja: a comunicação social tem, com efeito, um papel a desempenhar em todos os aspectos da missão da Igreja. Não é suficiente, também, ter um plano pastoral de comunicação, mas é necessário que a comunicação faça parte integrante de todos os planos pastorais, visto que a comunicação tem, de fato, uma contribuição a dar a qualquer outro apostolado, ministério ou programa” (Aetatis Novae, 1992, n. 17).

Todos nós devemos procurar espalhar a palavra de Deus, seguindo os passos de Jesus Cristo. Logo, mesmo não fazendo parte efetivamente da PASCOM, cada um de nós tem o papel evangelizador quando agimos baseados no ensinamento “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16, 15). Mas a Pascom é quem auxilia nessa missão como facilitadora das relações, ajudando na construção de uma comunidade unida e fraterna, com crescente espiritualidade, na construção de um mundo melhor.